Suporte e resistência

Jhonatas Souza

“Suporte e resistência são dois conceitos básicos da análise técnica. Conhecê-los e saber identificá-los é de suma importância para quem pretende operar no mercado através dos gráficos.“.

 
 

Suporte é um nível no qual um preço em queda tende a desacelerar ou sofrer reversão, o que significa que o preço tem maior probabilidade de rebater deste nível em vez de rompê-lo. No entanto, uma vez o preço tendo passado deste nível, é provável que ele continuará caindo até encontrar outro nível de suporte.

Resistência é um nível no qual o preço em alta tende a desacelerar ou sofrer reversão, o que significa que o preço tem maior probabilidade de rebater deste nível em vez de rompê-lo. Entretanto, um rompimento acima deste nível abre caminho para posteriores crescimentos no preço até que ele encontra um outro nível de resistência.

O suporte e a resistência permitem que o analista se guie pelo mercado. Uma vez marcados esses níveis no gráfico, será possível ver a estrutura do mercado e prever a direção dos próximos movimentos do preço, bem como o tamanho destes.

A ideia é que esses níveis tendem a segurar o preço.  Se você quiser tirar o proveito de operar uma tendência, então deve-se comprar no suporte em uma tendência de alta ou vender na resistência em uma tendência de queda. Se você não operar tendências, então será possível usar os níveis de suporte e resistência como pontos de entrada e fechar as posições nos próximos níveis de suporte/resistência.

De fato, os níveis de suporte e resistência também dão ao analista uma dica de onde provavelmente sera um bom ponto para fechar a a operação.  Logo, se você tiver uma posição de venda aberta e o preço estiver se aproximando de um nível de suporte, convém pensar em fechar a sua operação. O mesmo vale para operações de compra: a diferença neste caso é que após abrir uma posição de compra, deve-se considerar os níveis de resistência.

O suporte e a resistência podem ser localizado em todos os tempos gráficos. Entretanto, tenha em mente que quanto maior o tempo gráfico, mais importante é o nível de suporte e resistência.

Como localizar o suporte e a resistência:

O suporte e a resistência vêm em formas diferentes.  A linha de tendência pode conectar as máximas do preço e limitar a tendência no lado de cima. Neste caso, esta linha de tendência é chamada de linha de resistência.  Essa linha também pode ser traçada através das mínimas no gráfico onde limita o preço do lado de baixo:  Essas linha são chamadas de linha de tendência de alta “LTA” ( caso a tendência for de alta) ou linha de tendência de baixa “LTB” (caso a tendência for de baixa),  precisa-se de pelo menos 2 máximas ou 2 mínimas para traçar uma linha de tendência.

 

 

Note que durante uma tendência de alta, a linha de suporte é a mais importante, pois se o preço romper abaixo dela, a tendência mudará para tendência de queda. Durante uma tendência de queda, a linha de resistência passa a ser a mais importante, pois um rompimento acima dela significa reversão para cima. Como o mercado se movimenta constantemente, as linhas e os níveis de suporte e resistência trocam de lugar frequentemente como pode-se ver na imagem acima.

Os analistas podem empregar outras técnicas para identificar níveis de resistência, como médias móveis, níveis Fibonacci, pontos de pivô, etc. Ressalto que, para ter uma análise eficiente, requer muito tempo estudo, foco e muita dedicação.

 

Jhonatas Souza
25/06/2020
 

Related Blog

Leave a CommentYour email address will not be published.