Padrões de candlestick

Jhonatas Souza

“O Candlestick é um método de representação gráfica amplamente utilizado na análise técnica”.

 

Os primeiros relatos sobre candlestick datam do século XVII, quando o japonês Munehisa Homma utilizou as “velas” para visualizar a tendência do mercado de arroz. Desde então, este tipo de gráfico ganhou a simpatia dos investidores, tanto pelo visual em relação aos gráficos tradicionais de barras, quanto pela maior agilidade de se visualizar quais forças dominaram o mercado através das cores dos candlestick. O ápice veio na década de 1980, quando o trader norte-americano Steve Nison realizou seus primeiros ensaios sobre os candlesticks, a fim de identificar padrões que definissem reversões ou continuações de tendência.

Características do candlestick:

o intuito do modelo é enriquecer a análise técnica através da demonstração do preço inicial, preço final, máxima e mínima do período. Portanto, a cada período de tempo, são representadas as 4 variações de preço através de 1 vela.

Por outro lado, os candlestick não precisam necessariamente serem utilizados para representar o período de um dia. Eles podem também representar outras periodicidades.

As mais utilizadas são:

1 minuto
15 minutos
60 minutos
1 hora
12 horas
1 semana
1 mês

A princípio, a única forma de representar o movimento dos preços dos ativos era através dos gráficos plotados ligando-se os pontos de fechamento diário.

Contudo, com o passar do tempo, estudos mostraram formas mais eficazes de se analisar a variação do preço de um ativo, no tempo.

Foi aí que surgiu a ideia do candlestick, onde o operador conta com 4 informações em uma única figura gráfica.

Porém, o principal e mais importante objetivo, segundo os operadores de mercado, da análise utilizando-se candlestick, é a antecipação de reversões de tendência.

Segundo a técnica do candlestick, as mudanças no movimento dos preços das ações, commodities, moedas, etc., pode ser vista através da disposição dos candlesticks de modo a formarem certos padrões de candlesticks já conhecidos.

A repetição de padrões faz com que a probabilidade de repetição de certo movimento dos preços seja elevada, e, com isso, atitudes podem ser tomadas para mitigar o risco de perdas no mercado especulativo.

É sempre importante utilizar os candlesticks em conjunto com as ferramentas da análise técnica. Por exemplo, padrões de reversão ficam ainda mais fortes quando encontrados em zonas de suportes e resistências importantes e em zonas de sobrecompra ou sobrevenda. Em resumo, ao verificar um padrão sempre faça uma análise para entender em que zona gráfica ele está acontecendo. Isso com certeza irá aumentar as chances de acerto nas operações.

Os 3 elementos dos Candlesticks:
1. Período:
O principal conceito dos candlesticks é que, cada candlestick representa o que ocorreu com o preço de uma ação durante um determinado período de tempo, entre a abertura e o fechamento do candlestick.

2. Formato:
O formato do candlestick por sua vez, é determinado por importantes valores que o preço da ação atingiu durante o período escolhido.

São os preço de:

*Abertura
*Fechamento
*Mínima
*Máxima
Esses valores dão forma aos dois elementos que compõe um Candlestick:

O corpo (que traz as informações de fechamento e abertura), e
A sombra (que informa os máximos e mínimos do período).

3. Cor:
O terceiro elemento que compõe um candlestick é a sua cor, e isso determina se o candlestick é de alta ou, de baixa. Quando o preço de fechamento está abaixo do preço de abertura, significa que o preço da ação caiu durante aquele período e, o candlestick será de baixa. Quando o preço de fechamento for maior que o preço de abertura, significa que o preço subiu durante aquele período e, o candlestick será de alta.

Padrões de candlestick:

Os candlesticks trazem valiosas informações sobre os preços das ações e os valores de abertura, máximo, mínimo e fechamento do dia. Por meio de suas formas, podemos utilizar a técnica de padrões de candles para entender o comportamento do mercado.

É importante também analisar o contexto do mercado. Os candlesticks tendem a funcionar muito bem em níveis de retrações de Fibonacci ajudando a identificar uma possível continuação momentânea da tendência.

Tudo demanda de muito estudo e dedicação para saber a hora certa de utilizar essa análise a seu favor.

Jhonatas Souza
16/06/2020
 

Related Blog

Leave a CommentYour email address will not be published.