COMO FUNCIONA O LEILÃO DA BOLSA

Jhonatas Souza

“O leilão é um momento no qual compradores e vendedores estabelecem uma verdadeira queda de braço para definirem o preço de abertura do ativo.”

 

 Existem diversas condições básicas em que o leilão ocorre, veremos três delas:

  • Abertura do mercado;
  •  Fechamento do mercado;
  • Fortes oscilações (acima de 10% em relação ao preço de abertura).

 

Leilão de Abertura do Mercado:

O leilão de abertura tem seu início sempre 15 minutos antes de iniciar o pregão. Nesse período, o sistema da bolsa apenas aceita e registra as ofertas de compra e venda; porém, essas ofertas só serão efetivadas no momento em que o mercado abrir. Mesmo que haja uma oferta de compra e uma oferta de venda com as mesmas condições de preço, o sistema não efetiva a negociação. Isso ocorre pelo fato de que o intuito do leilão é achar um preço de abertura que seja um meio termo entre todos as ofertas registradas por compradores e vendedores.
Na figura abaixo, ao iniciar o leilão, as ofertas de compra e venda são bem distantes, e, conforme o leilão vai sendo realizado, tanto compradores quanto vendedores vão aceitando aumentar ou reduzir o preço, até chegar a um meio termo.

No leilão, muitos compradores irão colocar preços 10 ou 20 vezes maiores que o último negócio realizado, pois, assim que o mercado abrir, suas ordens serão executadas a valor de mercado – ou seja, para reduzir o risco da ordem não ser executada, coloca-se a um preço bem alto: assim que abrir o mercado sua oferta será executada com uma certa preferência ao melhor preço estabelecido entre compradores e vendedores.

O mesmo ocorre na venda, na qual teremos ofertas de R$0,01, que serão exercidas ao preço de abertura. Essa é uma maneira de ter certa preferência no exercício que ocorrerá no encerramento do leilão.

Leilão de Fechamento do Mercado:

Assim como no leilão de abertura, o leilão de fechamento acontece para que compradores e vendedores possam enviar ofertas de compra e venda e assim estabelecer um preço justo de fechamento, ou seja, a partir desse leilão temos um preço de fechamento que será um meio termo entre compradores e vendedores. Esse leilão inicia nos 5 minutos que antecedem o fechamento.

Leilão Devido a Forte Oscilações:

Outra condição para que ocorra leilão é quando papéis que compõem o Ibov oscilam mais de 10%. Isso costuma ocorrer no meio do pregão e tem duração de 5 minutos, podendo ser prorrogado por mais 5 minutos. A intenção desse leilão é evitar oscilações muito expressivas no papel, tentando estabilizar o valor do ativo após ele sofrer uma forte oscilação.

Outros motivos que ocasionam o leilão:

Em relação ao Capital Social:

Em relação à cotação:

Particularidades do leilão:

Assim como tudo na bolsa, os leilões têm suas particularidades, algumas citadas abaixo.

→ Após realizada uma oferta – sendo que a mesma faça parte do preço de leilão -, não é permitido o seu cancelamento, salvo em casos de oscilações atípicas de um ativo. Mas, de maneira geral, no caso de uma compra, você só poderá cancelar uma ordem se sua oferta estiver abaixo do preço de mercado. O mesmo vale para venda: sua oferta só poderá ser cancelada caso esteja acima do preço de mercado;

→ Em casos de uma forte oscilação, mesmo que o ativo não faça parte do Ibovespa em caráter de exceção, ele poderá fazer parte do leilão de fechamento. Isso se explica: como ocorreu um aumento no número de negócios do ativo, cria-se a necessidade de se definir um preço de fechamento. No entanto, o mesmo poderá participar do leilão de fechamento;

→ Nos casos em que um ativo que não faz parte do Ibovespa entre em leilão, a bovespa deve avisar ao mercado com 30 minutos de antecedência da ocorrência do leilão de fechamento;

→ O preço de leilão será aquele que detiver maior número de ofertas; em caso de empate, outros critérios serão utilizados.

No entanto, é importante ressaltar que quem envia ofertas no momento do leilão deve tomar muito cuidado: após enviada a oferta, se ela fizer parte do preço de leilão, não terá mais a possibilidade de cancelamento.

Para ficar mais claro, utiliza-se um exemplo que corresponde a um leilão de abertura, onde logo no início há uma grande discrepância entre os preços de compra e venda:

Assim que compradores e vendedores entram em concordância, é definido o preço teórico de abertura. No ProfitChart RT, é marcado com um quadrinho em vermelho.

Definido o preço teórico, não quer dizer que será esse o preço de abertura, pois compradores e vendedores seguem fazendo ofertas; conforme o leilão vai acontecendo, o preço teórico vai mudando e assim acontece até o fim do leilão. Você pode conferir quando será ao passar o cursor do mouse onde está indicado na próxima imagem:

Na próxima imagem, o leilão está próximo de acabar: percebe-se que já tem inúmeros negócios casados somente aguardando a abertura do pregão para serem exercidos:

Repare na quantidade de ofertas de compra e de venda no lado direito: essas compreendem as ofertas de compra maior ou igual a R$18,36 (116), e as ofertas de venda menor ou igual a R$18,36 (247).

Porém, nota-se ofertas de compra muito maiores que o preço teórico. Por exemplo, uma oferta de compra a R$100,00: isso acontece porque a bolsa estipula prioridade na hora de exercer ordens:

→ A maior prioridade é para as ordens que foram ofertadas a mercado: essas têm vantagem no momento do exercício;

→ Após as ofertas a mercado, as próximas a serem exercidas são definidas da maior para a menor, ou seja, quem está disposto a pagar mais é exercido primeiro. Da mesma forma acontece com as ofertas de venda: quem está disposto a vender por menos tem preferência no exercício.

Desta forma, ocorrem todos os leilões durante o dia. É importante ter muito cuidado ao enviar uma oferta no leilão: a partir do momento que a mesma for enviada, ela corre o risco de compor o preço de leilão em caso de compra se o preço da ordem for superior ao preço teórico. Em caso de venda, sua oferta participará do leilão se a ordem estiver abaixo do preço teórico. Nesses casos, não será possível realizar o cancelamento das ordens.

É importante dizer que as ordens de stop loss e stop gain não entram no leilão, pois quando a mesma é cadastrada o trader utiliza um valor para que os stops sejam disparados para a bolsa, portanto as ordens só participarão do leilão se o preço atingir a ordem de disparo e entrar em leilão logo em seguida. Nesse caso, sua ordem de stop fará parte do leilão. Lembro que isto é muito difícil de acontecer.

 

Jhonatas Souza

27/07/2020

Related Blog